A

Almanake

Influenciadores que não infuenciam!

Com o passar dos anos e o advendo da internet podemos nos conectar com mais pessoas em diversos lugares, isso foi um grande passo para a humanidade. Após algum tempo isso nos trouxe as redes sociais das quais na atulidade não vivemos sem, mas isso também nos trouxe um grande problema, as pessoas com maior visibildade das quais eram apenas aquelas que vaimos na televisão foram trocadas por pessas comuns ou quase comuns que expoe suas vidas e cotidianos nas redes sociais, esses que ganharam o nome de “influenciadores”.
Em sua grande maioria essas são pessoas das quais mostram ou aparentam mostrar uma vida de pessoas dignas de televisão, fazendo assim com que a todos queiram ver ou interagir com elas, pois estam muito mais próximas que os artistas em sí. Essa assebilidade os tornam estrelas em pouco tempo, já que, diferente de um artista que está bem além do toque deles os inflienciadores estam a um clique, uma mensagem, um like ou um comentário deles.
Mas tudo isso bom?
Sim é bom se fosse usado de maneira da qual as pessoas de fato adquirissem algo de bom com isso, entretanto essa não e a grande verdade, muito pelo contrário, elas não adquirem nada de bom, somente coisas das quais não fazem bem a elas.
Os influenciadores hoje, são os grandes vendeores de marcas e demais empresas que querem vender, dado sua visibilidade e seu alcance nas redes sociais, porém o grande problema é que; eles em sua grande maioria não são qualificados para expor qualquer opinião sobre os assuntos que estam falando, isso quando não sabem absolutamente nada do assunto e fazem colocações absurdas sobre o que explanam.
Outro ponto que devemos levar em questão é que; esses tais influenciadores levam vidas e vivem da maneira com qual nós nem imaginamos viver, indo a festas caras, academai, viagens e outros padrões dos quais 0,5% da populção do nosso pais nunca irá viver.
Essas pessoas diferente do que a grande parte pensa, somente traz maus sentimentos e angustia para seus seguidores, dos quais nem imaginam o grande mau que é seguí-los.
Os influenciadores deveriam focar em um nicho, estudar e fazer com que realmente suas opiniões sejam embasadas e deem credibilidade a suas falas, assim fazendo com quem os siga tenha realmente um conteúdo de qualdiade e não um conteudo razo ou por sua vez nem isso, dando ao seu seguidor algo que não os faça sentir-se mal e sim bem em adquirir algo que comtribua com sua vida ou conhecimento. Essa é uma mudança que esperemos, embora essa é uma realidade que está bem longe de acontecer tendo em vista que as empresas que cuidam das redes sociais estam mais preocupadas em granhar dinheiro que exibir um conteúdo de qualidade, deixando com quem as usa com mais frequência cada vez mais burro e desinformado.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para garantir que o nosso website funcione corretamente, para personalizar anúncios e outros conteúdos, para fornecer funcionalidades de redes sociais e para analisar o tráfego de rede. Ao permanecer no site, você aceita isso.